Bobo de batalha

Aconselharam que vestisse um elmo ou que não fosse
Saí de armadura completa
Lança, espada, punhal
Capa, escudo, gorjal
Redundante
Relutante
Confiante
E inconsequente

Gás no peito para sessenta noites de batalha
Pronto para um calvário sem trégua
Por má lida ou por má sorte, dissolveu-se este conflito
Pousa perto um pombo urbano distraído
Entendi que guerra alguma havia tido

Recolhi-me à casa ornamentada da loucura
Engraçado como antes não pesavam as peças da armadura
Lanço ao chão toda a parafernália
Repouso as armas
Abro a fresta do meu casco

Vir à praça assim trajado
É que pôs minha alma exposta
Deixar o desejo à mostra
É um erro tático de aproximação
Há que agora desertar e compreender inglória
A conquista de alguém que reservou seu coração

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s